domingo, 4 de dezembro de 2016

Conto: Underground Catfight: Gil Jung X Taís Bianca!:)....enviado


Escrito por RaphaWre
Underground Catfight: Gil Jung X Taís Bianca
A luta entre a Tiazinha e Rafaela Ravano havia dado o Up necessário de novo no clube de lutas, e os produtores não queriam parar agora, e foram rapidamente atrás das próximas combatentes.
- Muito bem senhoras e senhores, sem mais delongas, vamos levar logo essas amazonas deliciosas para o ringue, hoje, GIIIIIIIIIL JUUUUNG contra TAÍS BIAAAAANCA!
Enquanto o público gritava, ambas as lutadoras entraram no ringue, Gil Jung andava rebolando sensualmente, distribuindo beijos e sorrisos, enquanto usava um shorts jeans e uma blusa regata branca, e descalça nos pés. Taís veio pelo outro lado, muito mais séria e focada, usando uma bota cano longo, um shorts e um top, tudo preto. A torcida imediatamente reagiu a simpatia da Gil e torcia para ela esmagar a oponente.
As duas subiram no ringue, e Jung continuava mandando beijos e rebolando para a platéia, ignorando Taís,
- Quer parar de rebolar e vamos lutar logo, sua vagabunda? eu to aqui pra destruir você, não pra ficar de brincadeira. - Falou irritada Taís
Gil Jung olhou para ela com uma cara safada e respondeu:
- caaaalma gata, você vai ter muito tempo pra apanhar pra mim quando o round começar, então antes de dar um show limpando o chão com você, deixa eu dar meu show especial pra torcida.... ai, n é lindo como eles estão gritando pra eu te matar e humilhar? eu vou adorar atender isso, e depois eu vou te segurar por esse seu cabelo rosa maravilhoso e te arrastar pelo ringue, me exibindo pra todo mundo.
O gongo soou para o começo do ROUND 1:
Gil ficou parada olhando com a cara safada para taís e mexendo seu quadril sensualmente, esperando a adversária vir para cima, e Taís Bianca assim o fez.
A loira esperava conseguir desviar fácil da adversária de cabelo rosa, mas quando percebeu, Taís já estava colada com ela desferindo um soco em seu rosto, que atigiu em cheio e fez ela cai sentada, batendo a bunda no chão
-nossa, isso vai ser muito fácil - riu Taís
Taís então não perdeu tempo e emendou um chute lateral no rosto de Gil Jung, fazendo a adversária deitar dessa vez e ficar completamente groggy.A garota então levantou a adversária caída e a deixou cambaleando na sua frente
- Ué? ta doendo Gigil? não se preocupa, vai doer muito mais, vadia.
Então a lutadora começou a espancar com diversos socos sua adversária até a levar as cordas, aonde Gil Jung ficou pendurada com os braços mas com o corpo totalmente solto. A loira era castigada com diversos socos no rosto, na barriga e nos seios.
A torcida estava atônita, sua favorita era massacrada sem dar sinais de reação, parecia que se ela não estivesse apoiada nas cordas o nocaute já teria acontecido.
- Ai, esse pessoal tá muito quieto vendo vc sendo humilhada, precisamos fazer algo pra animar a galera.... deixa eu pensar.. ah, já sei, que tal esses seus peitões? - E então Taís arrancou rasgando a blusa de Gil, que gemeu com o acontecimento, com um puxão, arrancando assim também gritos de parte da torcida, que agora estava animada e tinham mudado de lado ao ver como Gil era fácilmente subjulgada pela oponente. E então a Lutadora dos cabelos rosas começou a beliscar o bico de um dos seios com uma mão enquanto chupava e lambia o outro, e Gil Jung apenas conseguia gemer com o tratamento que ia recebendo. A loira não sabia o que estava acontecendo, mas sabia que estava sentindo prazer.
E foi quando o gongo soou para o fim do primeiro round.
Taís então parou de chupar o peito da adversária, olhou pra ela com uma cara muito safada e disse: - Não se preocupa, até o fim da noite eu vou te bater muito mais, e chupar muito mais coisa também, sua vaca leiteira. - E então deu um tapinha no peito da adversária e foi para seu corner. Enquanto Gil apenas caiu no chão e se arrastou até o seu.
Se antes do primeiro round, Gil Jung fazia um show para a torcida enquanto Taís estava apenas séria, agora ela estava sentada no banco em seu corner enquanto a torcida aproveitava a visão de seu corpo e seus seios surrados sendo molhados por uma esponja com água pelos auxiliares. Enquanto isso, no outro corner, agora sim Taís fazia um show pra torcida, e, olhando para a adversária sem blusa, Taís sensualmente começou a tirar a sua, revelando seus seio e arrancando gritos eufóricos
E o gongo soou para o ROUND 2:
- Hora de brincar - Disse a Rosa com um sorriso maroto no rosto
Gil tinha se recuperado o suficiente, e agora estava irada e pronta para aniquilar a oponente.
- Cansei de você, sua vagabunda, eu vou te arrebentar e vou te matar hoje - esbravejou Jung, e saiu correndo para perto de sua oponente, desferindo um soco de direita que foi facilmente defendido por Taís, que devolveu com um soco no seio direito da adversária.
- Opa, peitão atingido, haha - brincava taís
Gil tentou acertar mais vários socos, mas a Rosa desviava fácilmente e sempre devolvia com um soco ou no rosto, ou na barriga, ou nos seios. A torcida restante que ainda apoiava gil começava a ficar calada e aos poucos começava a torcer para a adversária.
- CHEGA SUA PUTA - Jung, completamente brava, tentou dar um chute giratório na adversária, mas Taís apenas agachou e desviou, e quando a loira estava de frente com ela novamente, Taís lhe acertou três jabs diretos no rosto, um cruzado de direita, dois socos na barriga, três diretos com muita força no seio direito, outro cruzado no rosto, agora de esquerda, Gil jung ia sendo desmontada e arrasada pela adversária, então deu uma joelhada na barriga, que fez Jung cruzar, um chute na genitália, que fez a loira cair, e então segurou a cabeça da oponente com as duas mãos e acertou seu rosto com seu joelho. Gil Jung estava acabada e destruída, e apenas caiu de rosto no chão.
- Opa, opa , opa, quem disse que você pode dormir??? ainda tenho muito pra te humilhar, é agora que a brincadeira começa!
Taís então agachou e retirou o shorts de Gil junto com sua calcinha branca, deixando a dominada completamente nua, virou a adversária pra cima, e então deitou sobre ela, colocando seu peito na boca de Gil e uma mão sobre a vagina da adversária, e começou a penetrar e masturba-la vagarosamente
- Vai, chupa - Gil, completamente tonta e sem saber o que estava fazendo, obedecia
O público gritava agora em unanimidade por Taís. o famoso grito de "uhh vai morrer" havia sido tranformado naquele lugar para "uhh vai gozar".
- até que você chupa gostosinho, mas poderia ser melhor. aqui, deixa eu fazer algo bom pra você. - Então a Rosa começou a penetrar rapidamente com dois dedos a vagina da adversária, fazendo Gil começar a gemer frenéticamente até gozar. Assim que a loira gozou, a torcida toda gritava em aprovação pela vitoriosa, que colocou o pé sobre a derrotada e esperou que a arbitragem contasse os 10 segundos do nocaute. foi quando no oitavo segundo o gongo soou indicando o fim do Round.
-AH YES, eu vou ter mais um round pra te surrar, que maravilha - Taís comemorava enquanto ia pro seu corner, enquanto Gil continuou caída no meio do ring tentando levantar, sem forças
Dessa vez Taís tirou seu Shorts e ficou rebolando para a platéia. Quem olhasse atentamente conseguiria perceber tanto homens quanto mulheres se masturbando na platéia olhando tanto para o rebolado da bunda de Taís, quando para a humilhada Gil Jung que estava de joelhos tentando levantar para ir para seu corner.
Soou o gongo para o ROUND 3:
Gil estava de joelhos no meio do ring, a loira não tinha nem conseguido levantar para ir para seur corner. A rosa então parou na frente dela, chegou com sua barriga perfeita na frente do rosto de gil e disse:
- Vai, lambe, passa a língua em volta do meu umbigo e vai descendo pra minha calcinha. Ou isso ou eu vou te fazer gozar mais várias vezes.
Gil, que não suportava mais ser humilhada, apenas obedeceu
- Isso, vagabunda -  Taís segurava Jung pelo cabelo e controlava sua cabeça - agora tira minha calcinha - Jung obedeceu - E enfia a língua na minha buceta e me faz gozar, vamos, quero ver minha xana rosa na sua cara - E então taís puxou o rosto da adversária para sua vagina e começou a sentir sua língua.
Taís logo começou a gemer e foi possível ver suas pernas bambearem, aquilo provavelmente estava sendo muito praseroso. Foi então que a Rosa Gozou e gritou alto no orgamos, soltando o jung e se encurvando, ofegante, para se apoiar nos joelhos. Gil havia sido destruída e não tinha mais força para fazer nada, mas a verdade é que nesse momento Taís Bianca estava acabada, e se fosse surrada muito provavelmente seria destruída. As outras lutadoras que assistiam a luta perceberam isso e se preparavam para caso tivessem que enfrentar a Rosa, pelo visto era só fazer ela gozar para vencer. Mas como não era o caso, a lutadora logo se recuperou e olhou pra adversária que implorava por piedade.
- Por favor, só acaba com isso, eu já estou destruída, chega de me humilhar, você é a melhor mulher, o que você quer ouvir? - chorava Gil Jung
- ha, quero ouvir você gozando, vagabunda - Então Taís jogou a loira de quatro e começou a enfiar sua mão na adversária de novo
- aaaaaah, aaaah, mas vc disse que seu eu te obedecesse você não ia fazer isso - chorava a dominada
- CALA BOCA, PUTA, PUTA NÃO RECLAMA, PUTA DA A BUCETA E O CU
então Taís começou a lamber o cu de Jung enquanto enfiava os dedos em sua vagina. até que a loira gozou novamente.
- Para, por favor, minha buceta ta doendo
- e vai doer muito mais - se divertia a Rosa - vem comigo.
Taís então levantou Gil pelo cabelo e, estando as duas completamente nuas, começou a passear puxando sua presa pelos 4 cantos do ringue e exibindo para o público, que pedia para ela finalizar a Gil. Taís então levou a derrotada até um dos corners e a colocou apoiada nele, e imediatamente começou a chupar a vagina da adversária
- Não se preocupa, eu vou te levar pro céu agora - Taís falou antes de enfiar sua língua em Gil. Gil, sentada em cima do cornet com as pernas abertas, só conseguia gritar,chorar e gemer, até atingir o orgamos mais uma vez. Taís então puxou Gil lá de cima pelo cabelo, derrubando a loira violentamente no ringue.
- Tá, é hora de te aniquilar. Depois disso espero que você nunca mais passe pelo meu caminho, eu prefiro espacar mulheres que pelo menos conseguem resistir... você não me deu um soco sequer, foi só humilhada por completo. Isso sim foi um massacre; Aposto que eu consigo enfrentar a Eva Andressa, a Rafaela Ravena,  a Urach e acabar com todas elas também. Mas hoje, hoje é você que é minha, e a sua buceta é minha.
Taís então enroscou suas pernas com as pernas da Gil e começou a roçar rapidamente. O público gritava e tirava fotos principalmente da junção da vagina depilada da Gil contra a com pelos rosas de Taís. Gil então deu um último urro e gozou pela quarta vez na luta, a terceira naquela round, e ficou estatelada no chão, com a língua pra fora e completamente dominada. Taís entou pegou sua calcinha e enfiou na boca da adversária derrotada, e em seguida pegou a calcinha de Jung e colocou em si mesma. E então esperou a contagem de 10 segundos com o pé em cima de um dos seio de gil e rebolando, sendo declarada vencedora. Taís então saiu do ringue rebolando ovacionada pela torcida, e já pensando qual seria a próxima mulher que gostaria de destruir, enquanto os auxiliares retiravam Gil Jung do ringue e a levavam para a enfermaria, mas sem antes tirar uma boa foto de seu rosto e corpo derrotados e humilhados com a calcinhca de taís na boca para poderem colocar como foto da última luta. Gil Jung estava acabada, talvez para sempre.