segunda-feira, 18 de maio de 2015

Contos Catfight!:)....Bar Catfight...namorada x namorada???

É sábado, altas horas da noite, eu e minha acompanhante, Gabi, estamos nos preparando para ir ao nosso bar favorito.
Eu pergunto: "Vc está pronta meu amor???" e ela responde "Sim"
Gabi tem belas curvas e seios de um bom tamanho, ela sabe q seu corpo deixa qualquer homem excitado e, por isso resolveu escolher um biquini q lhe valorize bem.
Chegando ao bar, vou ao encontro do dono, ele é um velho amigo meu q recentemente revelou-me q na área vip do bar, são realizadas lutas entre mulheres e q lá ocorrem apostas.
"Olá Eduardo, eu trouxe a Gabi para a luta desta noite." Eduardo responde: "Oh meu amigo e boa noite Gabi. Agradeço pelo interesse e a colaboração. Venham comigo por favor???"
Ao chegarmos onde Eduardo queria nos levar, vemos uma arena, pra ser mais exato um octógono e nele, uma luta já estava acabando.
Uma das mulheres estava levando uma surra, socos na barriga, apertos nos seios, joelhadas na vagina, puxões de cabelo, a coitada não aguentou mais e caiu no chão. Ela já estava completamente exausta, nua e muito dolorida e de repente fala: "Eu me rendo.". Eduardo pede silêncio à plateia e fala "Pois bem, como vc se rendeu, agora sua oponente irá reclamar o prêmio q além de ser metade do dinheiro das apostas, também será fazer a vc o q ela bem quiser.".
A vencedora pega a perdedora pelos cabelos, joga-a nas grades e usando a calcinha e o sutiã da vítima, a coloca em posição de "Y", agora, a violenta mulher começa a humilhar lentamente a derrotada, tapas no rosto, beliscões nos mamilos e dedadas na vagina, a coisa realmente ficava intensa até q a q a moça surrada tem um forte orgasmo e cai no chão, chorando e humilhada.
Eduardo fala para mim e para Gabi: "Viram aquilo??? É este o nosso show especial. Gabi, tem certeza de q quer participar???". Gabi fala: "É claro, achei demais, vou acabar com qualquer uma aqui." e Eduardo fala: "Bom saber q vc gostou. As regras são simples: 1- R$ 1.000,00 para poder participar; 2- A luta acaba quando uma se rende ou é nocauteada; 3- a vencedora faz o q quer com a perdedora e fica com metade do dinheiro das apostas e a inscrição de derrotada; 4- Não há limite de tempo nas lutas;5- se começar vestida, não tem problema em terminar nua e 6- Jamais se fala deste lugar. Q dizem concordam???". Prontamente eu e Gabi concordamos. Eduardo fala: "Ótimo, apenas me esperem um pouco, ok??? Tem outro cara q também vai trazer a acompanhante dele. Gabi, vc pode usar um dos vestiários para se preparar. Até mais."

Cheguei ao bar ansioso pois recebera uma ligação do Eduardo que hoje a minha acompanhante poderia experimentar o novo show que era luta de mulheres. A Cris minha garota estava comigo algum tempo tinha curvas deliciosas puramente loira brava, olhos verdes coxas grossas, seios médios, cuidava de seu corpo fazendo ginástica e adorava se exibir. Ao adentrar ao bar recebi um cordial olá do Eduardo que fazia o show acontecer, retruquei ansioso ja que adora ver mulheres lutando. E ai Eduardo me diga as novidades e ele sempre cordial disse vamos fazer um show bom hoje o outro casal ja chegou, minha garota ainda não tinha lutando mas, tinha vontade e segundo o Eduardo o outro casal também iria realizar esse fetiche. Ele nos mostrou o local do show e as lutadoras que tinham acabado de sair Cris viu a vencedora e foi logo dizendo hoje sairei como ela daqui.Eduardo então falou senhorita pode se trocar em outro local eu havia comprado um biquini preto para combinar com a pele branca de Cris era daqueles de lacinhos em que uma puxada logo cai mas, a luta continua, estava excitado demais em ver algo assim e também para conhecer o outro casal.

"Eduardo, a Gabi já tá quase pronta. O outro casal já chegou???". Eduardo responde: "Já sim."
- Eduardo: "Bom, já q as meninas estão quase prontas, é hora de explicar algumas coisas. Primeiramente, não há vencedora enquanto não houver um nocaute ou alguém desistir, não importa a situação, embora a moça esteja levando a pior, vcs jamais poderão intervir e por fim, na hora em q a perdedora estiver sendo humilhada, a única pessoa q poderá parar é a vencedora e a perdedora em momento algum pode resistir, ou seja, é submissão total. Vcs concordam???"
"Por mim tudo bem Eduardo."
- Eduardo: "E vc??? Concorda também???"

Sim, retruquei e a Cris ouvindo ja cutucou, vou acabar com ela então aceito, falando isso ela sai e mostra um lindo biquini preto que eu havia comprado naquela pele branca ela estava linda os lacinhos do biquini balançavam e seu corpo ficava ainda mais sexy ela estava descaças seu corpo excitou os homens ali presentes. Olhamos para o outro lado esperando ver a sua oponente que devia sair a qualquer momento....

"Estou pronta!!!"
Neste momento, Gabi sai de seu vestiário e aparece maravilhosa em seu biquíni colorido e com listras na horizontal, seus seios fartos balançam um pouco a cada passo q ela dá, seus longos cabelos castanhos escuros estão soltos, ela já está um pouco suada, pq já fizera um breve aquecimento no vestiário.
"Tô ansiosa, está é a minha primeira luta.". Gabi encara sua oponente e a observa de cima a abaixo, realmente trata-se de uma mulher belíssima. "Eu vou adorar castigar esse seu corpo"
Eu avisei: "Calma Gabi??? É bom ter cuidado. Vc nunca lutou e não conhece sua adversária."
Eduardo fala: "Boa noite senhoras e senhores. Esta noite teremos um combate entre duas das mais belas mulheres q já pisaram nesta arena. De um lado a estonteante Cris em seu elegante biquíni preto. Do outro lado uma jovem com um corpo de dar inveja a qualquer uma, estou falando de Gabi. Os pares das competidoras estão cientes das regras e já concordaram plenamente com as mesmas. E agora, o momento tão aguardado, combatentes, podem entrar na arena. E enquanto as beldades tomam suas posições, termos um breve momento para a realização das apostas.".
Após um abraço em Gabi, eu lhe desejo sorte e segurando-a pela mão eu a conduzo até a gaiola. Minha garota já está dentro da arena e faz alongamentos. Eu volto para perto do Eduardo enquanto este recolhe o dinheiro q os presentes lhe entregam.
"Edu, tem alguma restrição quanto aos golpes???" Eduardo me responde: "Nenhuma. Vale tudo. A única restrição é quanto ao uso de objetos. A única arma q cada lutadora pode usar além de seu corpo, é sua própria roupa ou a da adversária.".
Me preocupo um pouco com Gabi, é seu primeiro combate real, até agora, tudo o q fizemos foram fetiches em q ela era derrotada por mim, ela nunca combateu de verdade, mas, parece estar contente na arena e enquanto faz seus alongamentos, ela sorri aos presentes.
Agora, é só aguardar a adversária e ver o show.

Recebi as apostas na minha garota e olhei para Cris que começava entrar na arena descalças andava como uma felina seu biquini preto balançava os lacinhos e deixava os homens loucos de excitação, Cris encarou sua adversária ficando frente a frente com Gabi que a encarou eram duas felinas frente a frente era dificil de saber quem venceria ambas eram fortes e com vontade de vencer, Cris quebrou o silencio e disse pornta para apanhar Gabi, esta retrucou e vc esta??O clima entre as duas era tenso ambas sabiam que tinham uma luta dura pela frente e queriam vencer os homens que estavam ali sentiam isso e ficavamm excitados em ver duas femeas numa arena assim excitadas e querendo lutar, ambas estavam com os braços na cintura em tom de desafio, descalças e só de biquini.O juiz pediu para ambas irem para os cantos anuciando Gabi de um lado e Cris de outro  publico delirava e começo que estava tenso e excitado em ver minha garota numa arena assim e vi que meu colega também estava.
Anunciando o inicio da luta as duas foram para o centro eram como duas leoas prontas para se atracarem, Cris tomou a iniciativa e deu um tapa no rosto de Gabi que virou, mas recobrando ja ia partir para o ataque......

PAAAFFF!!!
"AAAIIIHHH!!!". Embora estivesse um pouco distante da arena, eu consegui ouvir o gritinho de dor da Gabi, aquele tapa no seu lindo rosto, com certeza não doeu apenas fisicamente.
"Isso não vai ficar assim.". Gabi não quis deixar barato a humilhação q acabou de passar e agarrando Cris pelos cabelos, lhe dá uma bela joelhada na barriga e depois, prossegue sua investida com tapas na cabeça de Cris.

Gabi ataca e deixa Cris atordoada as duas são fortes então a luta deve ser demorada e dura ao se abaixar Cris investe contra o corpo de Gabi que cai e uma cai em cima da outra e ambas começam a rolar atracadas como uma verdadeira briga de gatas, uma puxa o cabelo da outra e acabam dando unhadas em ambos os corpos, Cris fica um pouco em cima de Gabi  e começa e prender seus braços segurando forte contra o chão o sexo se ambas se encostam e duelam, Cris desafia Gabi a sair dali: Saia dai se consegue sou mais forte que vc! Gabi reage e com força também consegue virar e ficar por cima ao fazer isso puxa a parte de cima do biquini de Cris que fica de topless esta porem também faz o mesmo puxando o biquini de Gabi as duas agora ficam com os seios a mostra deixando todos loucos de tesão, Cris consegue sair debaixo e virar saindo e ficando de pé novamente e desafia Gabi não preciso de roupas para te vencer e arranca o resto do biquini Gabi puxa com força e diz também não preciso para ganhar de vc todos gritam o nome das duas deixando o local pegando fogo, Cris então sentindo o público pega na ponta dos seios de Gabi e puxa com força, esta sente uma dor imensa.Desiste Gabi aqui serei a vencedora e vc vai sair daqui humilhada na frente de seu homem.....

"AAAIIIAAAHHH!!!"
Assim q Cris pega na ponta dos meus seios, eu sinto uma forte dor, for sim, porém, muito gostosa, eu senti um pouco de tesão e até cheguei a pensar em me entregar, mas, eu não poderia fazer isso, aquilo era uma luta e eu precisava vencer.
"Vc vai se ver comigo.". Gabi soca com força o seio esquerdo de Cris e em seguida dá um tapa e aperta a vagina da adversária.
"Acha mesmo q vai ser tão fácil assim???"

Cris sente os seios doloridos e quando sua vagina é apertada ela sente tesão e dor sabe que a luta iria ser dura e que poderia ir para o lado sexual e se sentia preparada Gabi pode sentir sua xana ficar molhada de tesão ao assustar via as mãos de Cris entrar na sua xana e pagando com força agora as duas seguravam o sexo de cada uma num calor onde misturava dor e tesão a platéia ia ao delirio quase todos os presentes estavam excitados olhei para os lados e vi sobe as calças quase todos estavam com seus paus duros vendo aquela luta tesuda entre as duas era uma verdadeira batalha sexual o mesmo parecia acontecer com os "galos duros " de cada um mas, que não chegava a isso pois a luta não era de espadas. As duas lutadoras apertavam as xanas as duas ficaram molhadas de prazer Cris aproveitou e passou uma rasteira em Gabi que caiu ela caiu por cima e rolaram um pouco os seios se espremendo Cris resolveu atacar de outra forma e grudando na bunda de Gabi unhou e enfiou um dos dedos no anus de Gabi que gemia mas, não se entregava, Cris retrucou você queria uma batalha sexual agora vai perder, desista ou vou te massacrar......

Gabi gemia de dor e prazer enquanto os dedos de Cris penetravam em seu anus, eu podia ver q apesar do sofrimento, a minha garota estava adorando aquilo tudo.
"Desistir??? A luta acabou de começar e vc já quer falar em desistir???"
Gabi faz um esforço enorme e se livra da rival, em seguida, Gabi pula em sua adversária e coloca seu rosto entre seus seios. Gabi, valendo-se do volume de seus seios, quer tentar sufocar a adversária.
"Tá gostoso aí???"

Cris sentia o peso e o volume dos seios de Gabi que a sufocava então para surpresa de Gabi ela começou a laber a a chupar os seios e Gabi começou a sentir prazer e gostar da luta e do apelo sexual que ela vinha tomando e Cris também sentia isso e ambas nem ligavam para a platéia que estavam "duros" de tesão. A tática de Cris foi boa pois Gabi se distraiu com as lambidas e as chupadas em seu seios então Cris mordeu um dos seios e fez Gabi sentir muita dor e cair para o lado nisso Cris pulou em cima para castigar ainda mais Gabi que gemia no momento as xanas das duas se encostaram molhadas de tesão e a medida que rolavam elas travavam uma verdadeira luta de aranhas. Cris e Gabi aceitaram as xanas duelando e deixaram rolar a platéia segurava o tesão nas mãos loucos em ver aquela luta tesuda das duas garotas e ninguem sabia quem poderia vencer, Cris por sua vez entrelaçou as pernas em forma de tesoura com a Gabi colocando xana contra xana com força e puxou seus cabelos fazendo Gabi gemer e ficar presa com o golpe.........minha aranha vai comer a sua cadela.....

"OOOOUUUHHH!!!"
Gabi sente um tesão muito forte e dores causados pelo golpe de Cris. Ela sente os poucos cabelos em sua xana se esfregando em Cris e isso lhe deixa totalmente excitada. Gabi quer se livrar do golpe, mas, o prazer q ela tem ao sentir o corpo de Cris também é muito forte.
Gabi olha para a plateia q está totalmente ligada na luta e até parece q ela gosta de ser vista sendo torturada em golpes e sexualmente.
Gabi sabe q aquele prazer pode ser a sua condenação, pois, aquilo a faz sentir-se mais fraca e tira sua concentração na luta.
"Preciso sair desse golpe o quanto antes."

Gabi luta para sair mas Cris esta aproveitando e humilhando ainda mais sua adversária ambas sentem prazer na luta e o publico esta louco fora da arena, Cris aperta a bunda enfiando seu dedo e Gabi geme, esta sente que para equilibrar a luta ela precisa contra atacar e também aperta d bunda de Cris e escorrega o dedo em seu anus, ambas sentem um prazer sem igual e quase gozam mas, querem vencer a luta a batalha sexual com luta é intensa mesmo com prazer elas se socam e se unha e quando podem puxam cabelo uma da outra ambas estão suadas pela força na luta o que deixa a batalha ainda mais dificl para ambas o clitóris das duas estão ficando mais sensíveis pois continuam se esfregando, Cris solta a bunda a arranha as costa de Gabi que se contorce ela aproveita para dar uns socos na barriga da Gabi que fica sem ar ao fazer isso ela aproveita e pega a cabeça da Gabi e coloca entre suas pernas e faz ela chupar sua xana sem dó ao fica de 4 Gabi fica quase sem ar ja que Cris empurra sua cabeça contra a sua xana com uma das mãos e com a outra ela segura a xana de Gabi massageando como se estivesse lhe masturbando, Gabi ja não aguenta mais tanto tesão e dor......

"aaaaah!!! oooouuuuhhh!!! aaahaaa!!! Huuuuummm!!! ai ai. tão gostoso. delícia."
Gabi quer tentar se soltar, mas, o prazer e o tesão a enfraquecem.
"Nããããããããooo. Eu preciso me soltar. Não posso perder."

Gabi não aguentava mais Cris também não demosntrava mas, estava excitada a ponto de se entregar mas, dominava a luta no momento e queria vencer e mostrar ao público m asculino que era a melhor mulher da arena isso a fazia continuar a dominar e não se entregar. Então pegou o biquini da Gabi e amarrou suas mãos assim como seus pés e agora ela estava totalmente dominada amarrada com os braços para cima Cris aproveitou e deitou em cima do corpo da Gabi encostando seios x seios e apertando suas mãos atrevidas invadiram a xana de Gabi qua não podia fazer mais nada o público delirava.......

Oh não!!!
Agora Gabi é prisioneira de Cris.
Gabi esfrega seu corpo em Cris, ao mesmo tempo em q tenta se livrar de suas amarras.
Minha garota geme de dor e prazer enquanto ela se contorce.
"AAAAHAAA!!! AAAUUUHHH!!! OOOUUUHHH!!!"

O combate deixa a platéia louca alguns homens seguram suas espadas nas mãos mulheres enfiam as mãos em seu sexo sentido o calor da luta todas queriam um combate desses, Cris aproveita de Gabi ao máximo vira ela de bruços e morde sua bunda abre suas pernas e lambe desde a vagina até seu anus, Gabi se contorce e geme de prazer com as unhas grandes Cris deixa suas marcas nas costas de Gabi nesta luta loira x morena a loira esta saindo como vencedora, mas outras mulheres do lado de fora da arena gritam quero enfrentar Cris ela sabe que outras adversárias virão mas, agora se concentra em Gabi que não oferece mais resistencia que aguentou no seu limite e ao virar novamente e Cris investir em sua xana e em seus seios ela desaba gozando muito e se rendendo a Cris como vencedora da luta, esta se levanta e com os pés sobre Gabi ergue as mãos levando ao público ao delírio, nua, suada machucada mas, vencedora e eu via ela com muito tesão assim como outros homens presentes que estariam dispostos até lutar para uma mulher desse nível. Entrei na arena e ergui a mão da minha garota Gabi foi socorrida e se viu livre e fez questão de passar perto de Cris e desafia-la novamente, quero revanche Cris posso vence-la, Cris falou vai perder novamente, mas te dou uma revanche mas, vou enfrentar outras depois será sua vez.
Fim

2 comentários :

  1. me gusto muchísimo el relato !!! espero leer la revancha y que nuevamente sea derrotada gabi pero con un poco de más violencia !!!

    ResponderExcluir
  2. me gusto muchísimo el relato !!! espero leer la revancha y que nuevamente sea derrotada gabi pero con un poco de más violencia !!!

    ResponderExcluir